Sob as nossas estrelas

Agora somos tristes palhaços
Mas, quem usa a maquiagem são os donos do circo
Que hoje se permitiram sorrir
Da nossa falta de riso

Ô juventude, me avisa quando o encanto acabar
Por que o mundo precisa dos que ainda andam devagar
Ô juventude, me avisa quando esse vôo te cansar
Por que o mundo precisa de quem já cansou de voar

Ô juventude, hoje tua cara é pintada de sono
Sonhos não vendem, se desfaça dos sonhos
Tua luta é pálida, tua flor não tem cálice
Sempre a espera de um trem que nunca achou que chegasse

O meu Brasil hoje chora o que nunca foi seu
Chora a falta de voz, a falta de Deus
O meu Brasil hoje canta como canta o coração
Em silêncio, isolado, escondido, batucando na solidão

Um dia as nossas estrelas
Vão chorar outras estrelas
E a nossa bandeira será feita
das lágrimas da nação inteira

Ithalo Furtado
(Por favor, assinem este abaixo-assinado contra o aumento salarial dos políticos! http://ow.ly/3qAnD)

Anúncios

Uma consideração sobre “Sob as nossas estrelas”

  1. Ithalo, quanto tempo! Estive sumida!
    Adorei demais! Muito bom e sincero!
    Abraços e se não nos falarmos, boas festas e um ano cheio de realizações merecidas!

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s