Dias Incríveis

Nem a lembrança mais triste
de um mero mortal
Nem a esperança que existe
dentro de um imortal
 
Nem o outono mais sórdido
Nem a mais linda primavera
Nem o trem que me esqueceu
Nem o fiel a minha espera
 
Nada me fará esquecer
daqueles dias incríveis
onde o amor era possível
entre dois corações impossíveis
 
Nada me restará a não ser a lembrança
depois que a poeira encobrir nossas pegadas
e o sol queimar as meninas malvadas
que matam aula, que fogem de casa
com seus ledos venenos…
 
Sentimento é como a maçã que se perde
quando a macieira não suporta seus frutos
Meu alimento, meu porto seguro
Minha confusão, meu nada, meu tudo…

. Ithalo Furtado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s