A Moeda de Quatro Faces

Quero exercer sem culpa
o meu direito de ficar só
quando há tanta gente se encontrando por ai

Das tantas formas de amar
a que mais me encanta é a canção
onde eu amo quem quiser
na solidão

O amor é um punhal
entre dois corações
que sangra sem parar
e sangra sem razões

Meu caminho é mais seguro
quando as ruas não têm definição  
e eu sigo sem ter planos
pelas vias do coração

. Ithalo Furtado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s