Aurora

E se o céu se apaixonasse pelo mar?

Sol… Oceano…
E a luz que irradia entre os planos
São Deuses de toda a beleza
Que um dia a paixão veio unir

Céu… Mãe-terra…
Arestas do encanto divino
Na luz e na maré
Filhas do nosso infinito

Eu que um dia quis abraçar as estrelas
Eu que já quis fugir pro mar
Quis ter força pra ser herói
E mesmo sem asas, eu quis voar

“No meu coração invisível
Sei que posso me doar
Eu abdico do imperecível
Se o problema for abdicar”

“Entenda que é impossível
É, para o mundo, a única saída
Nosso sofrer indescritível
É a fonte de toda a vida”

“Nada existe sem a benção
Do Criador sobre a imensidão
As maçãs são manhãs
Nas árvores da civilização
Eu sei que é fatal e envenena
O sopro vital da paixão
Mas, o nosso encontro renascerá
Na lua refletida no meu coração”

. Ithalo Furtado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s